fbpx

Conheça algumas das espécies de formigas comuns no Brasil

As formigas são os insetos que têm o maior número de espécies. Estima-se que são cerca de 20 mil espalhadas pelo mundo, que compartilham várias características.

Vivem em colônias, trabalham em equipe e sua anatomia é parecida em todas as espécies, com divisões em três partes: cabeça, tórax e abdômen. Além disso, possuem um par de olhos, que detectam movimentos, antenas, para procurar por alimentos, e um par de mandíbulas, usadas para defesa, escavação e captura de comida.

No entanto, existem diversas diferenças entre cada espécie de formigas comuns em solo brasileiro. Abaixo listamos as principais delas:

Formiga-de-fogo

Espécie comum nas cidades, a formiga-de-fogo é uma praga comum em diversos lugares do mundo e, atualmente, é um dos insetos mais estudados por especialistas.

Atraída por carnes ou óleos, é agressiva e tem uma picada dolorosa, que pode causar alergias. Os formigueiros dessa espécie são encontrados, geralmente, em gramados abertos ou beiras de estradas e as colônias podem ter mais de uma rainha.

Formiga-carpinteira

Como o nome já indica, esta espécie de formiga deteriora madeira para construir seus ninhos. As operárias têm coloração que varia do amarelo ao preto e preferem se alimentar com comidas doces.

São extremamente fortes – quando se sentem ameaçadas, costumam picar – e preferem formar suas colônias em lugares como troncos de árvores ou madeiras apodrecidas. No entanto, esse fator não as impede de se alocar nos espaços entre pisos de decks de madeira, embaixo de móveis e em rachaduras de paredes.

Formiga-saúva

Também conhecidas popularmente como formigas-cortadeiras, cabeçudas e tanajura, variam em tamanho, já que existem mais de 200 espécies que se encaixam dentro da categoria dessa formiga.

Os formigueiros da saúva, localizados no meio de campos e lavouras, são reconhecíveis devido à abundância de terra utilizada para a sua formação. O principal alimento dessa espécie é um fungo criado a partir de pedaço de folhas cortadas pelas operárias. Todos os pedaços de plantas obtidos por elas são levados até o formigueiro e servem de substrato para o cultivo do fungo que as alimenta.

Formiga-fantasma

Essa espécie é muito pequena, com cerca de 1,5 milímetro de comprimento. Seu nome foi dado a partir de sua aparência, com o interior transparente e patas muito claras, quase imperceptíveis.

A reprodução das formigas–fantasmas é muito acelerada e são adaptáveis a diversos tipos de ambientes, tanto dentro quanto fora de casa. Seus lugares favoritos são atrás de azulejos, batentes e rodapés.

Graças a seu tamanho, as formigas podem parecer inofensivas, mas esses insetos também representam ameaças. Por serem pequenas, andam pelas mais diversas superfícies e trazem consigo diversos germes e vírus que que podem transmitir doenças como gripe, tuberculose, intoxicações alimentares, vômitos e diarreias.

Proteja o bem-estar da sua família com a Dteca. Solicite um orçamento agora!

 

Open chat