fbpx

Dteca

Controle de pragas é essencial ao combate do coronavírus

Com as novas medidas tomadas em todos os setores da sociedade para controlar a expansão do coronavírus (COVID-19), estamos monitorando a situação e tomando todas as medidas para que possamos continuar trabalhando dentro da normalidade e segurança.

A FEPRAG – Federação Brasileira das Associações de Controladores de Vetores e Pragas Sinantrópicas, protocolou junto ao Ministério da Saúde o ofício para reconhecer a atividade como essencial à manutenção da saúde privada e pública, permitindo a atuação das empresas especializadas e licenciadas durante o período de quarentena obrigatória. O ofício esclarece às Vigilâncias Sanitárias Estaduais e Municipais da necessidade essencial da atividade e, aos responsáveis pelo licenciamento das empresas especializadas, que divulguem à população a lista de Empresas licenciadas conforme RDC 52/2009 da ANVISA, atendendo a Lei de Transparência e protegendo a saúde pública da ação de oportunistas que, sem responsabilidade técnica, colocam em risco a saúde da população e o manejo dos produtos.

A manutenção dos Serviços durante este período é necessária visto os riscos que representam as baratas, formigas, moscas e ratos, que transportam vírus, fungos e bactérias. As pragas se tornam vetores de doenças, que não estão de quarentena, e permanecem ativos.

 

fonte: Pragas e Eventos

Open chat